Menu fechado

Precisa de disjuntor geral?

Precisa de disjuntor geral?

Todos os profissionais do Mundo da Elétrica que nós consultamos a respeito deste tema são unânimes ao dizer que todo o QDC tem que possuir o disjuntor geral.

O que é disjuntor Qdc?

Com a função de encaminhar cabos e condutores em instalações elétricas de baixa tensão, o QDC, ou Quadro de Distribuição de Circuitos, é uma caixa com disjuntores e fusíveis responsáveis por distribuir os circuitos elétricos em uma construção.

Onde colocar disjuntor geral?

Faça a alimentação dos disjuntores por cima, caso seja montagem de um quadro de distribuição novo a saída do disjuntor geral é ligado na entrada dos demais, que são interligados por jumpers. Conecte o cabo de cada circuito no borne de saída de seus respectivos disjuntores.

Qual disjuntor geral para quadro de distribuição?

O disjuntor geral do quadro de distribuição deverá ser sempre menor ou igual ao disjuntor de proteção da entrada de energia. No seu caso, cabo 10mm2 possui capacidade de 63A, mas como na entrada o disjuntor é de 60A, o quadro deverá ter um disjuntor bipolar de 50A.

LEIA TAMBÉM:   Para que serve o PPP em seguranca do trabalho?

Qual disjuntor usar no Qdc?

Para a entrada o certo seria disjuntor de 50A e no QDC também de 50A para cabo de 10mm.

O que a norma fala sobre disjuntores?

NBR NM 60898 de 07/2004: os requisitos para os disjuntores de proteção. Estes disjuntores são destinados a proteção contra sobrecorrentes de instalações elétricas de edifícios e aplicações similares. Eles são projetados para uso por pessoas não qualificadas e para não sofrerem manutenção.

Quais são os disjuntores abertos?

Os disjuntores abertos são usados para altas correntes elétricas chegando a conduzir até 6.300A. São utilizados em instalações mais complexas, ou seja, para instalar e configurar este tipo de disjuntor é necessário profissionais eletricistas especialistas e capacitados.

Qual o parâmetro para ativação do disjuntor?

Nas residências são recomendados para as tomadas de uso comum. As curvas de ruptura C definem como parâmetro para a ativação do disjuntor as correntes que atingem fluxos de 5 a 10 vezes maiores que a corrente normal. No caso de um sistema com corrente normal de 10A, o disjuntor seria ativado quando o fluxo de energia atingisse entre 50 e 100A.

LEIA TAMBÉM:   Qual e a definicao de convencao da Consistencia?

Como funcionam os disjuntores em 10a?

No nosso exemplo de um disjuntor atuando em 10A, com a curva D este seria acionado apenas quando a corrente atingisse a faixa de 100A a 200A. Estes disjuntores são recomendados para os sistemas que possuem uma corrente de partida bastante acentuada ou um grande fluxo de energia, como são os grandes transformadores e os motores mais potentes.

Qual o disjuntor bifásico?

O disjuntor bipolar é usado em instalações bifásicas, onde se tem duas fases e um neutro, podendo por exemplo ser bifásico 220V (Fase – Fase) ou monofásico 127V/220V (Fase – Neutro). Tipos de Disjuntor